segunda-feira, 8 de novembro de 2010

É burrice, e não maldade

Não consigo acreditar, quando alguém recém-chegado fala mal de mim para pessoas que me conhecem há um decênio, que essas pessoas acreditem... é burrice, e não maldade, de quem crê; é maldade (e burrice também?) de quem fala.

5 comentários:

Cosette disse...

Eu sou suspeita para falar, porque estou sempre colocando o caráter das pessoas em causa. Não só o das pessoas, mas o meu principalmente. E coloco-o em causa principalmente no momento em que coloco em dúvida o caráter de alguém que conheço a um decênio.
Agora, quanto a acreditar ou não. Sei lá. Acho que o tempo, neste caso, é questionável.

Mas que foi? Andam falando mal do meu bolacha, é?
















Acho que fazem muito bem!














Ingrato

Renato disse...

Ué, por que é que eu não tinha visto este comentário aqui?
Aliás, este blog anda bem dos esquecidos. E essa foto, já existia?
Affff!

Cosette disse...

Deixa o blog quieto. Quando eu preciso rir, é aqui que eu venho.
Foto? Que foto?

Sun disse...

Renato, quem é esse Renato?

Renato disse...

Renato sou eu, ó.