segunda-feira, 25 de abril de 2011

A maldita prima.


Uma das poucas vantagens de se ir ao hospital está em encontrar situações caricatas como esta:
Velha:
- Ai meu Deus, meu deuzinho! Ajude-me, senhor! Eu nunca fiz mal à minha prima! Eu nunca lhe quis mal, Jesus! Que dor, doutor! Dói muito!
- Calma, minha senhora, eu nem sequer espetei a agulha ainda…
- AI MEU PAI! Eu nunca fiz mal à minha prima! Porquê Senhor, porquê? Eu nunca fiz mal a ninguém…a ninguém, doutor! Jesus Cristo, me perdoe, por favor! Ai a minha prima….
- Estique o braço e feche a mão, minha senhora.
-… priminha minha! Eu sempre cuidei tão bem dela! Ai meu Deus, eu nunca fiz mal à minha prima…!
O doutor espeta a agulha.
- AI MEU DEUS DO CÉU, AVE MARIA CHEIA DE GRAÇA, AI A MINHA PRIMA!!
O doutor começa a tirar o sangue.
- Aiiiiiiiiiii! Aiiiiiiiii meu Deus que eu morro, doutor! Estou a morrer, eu vejo a luz doutor! Estou a vê-la! Ai a minha prima!
- Aquilo é uma lâmpada florescente, minha senhora. Agora fique quieta, por favor!
- Aiiiiiiiiiii doutor! Aiiiiii! Aiiiiii, dói muito! Ai a minha prima, a minha priminha querida! Eu nunca fiz mal à minha prima…! Ai meu Pai, ai…..ai…..ai a minha prima, doutor….!
O doutor tira a agulha.
- Ai…ai a minha prima…Arranje-me um ‘binhozinho’ doutor.
- Ora essa, a senhora está no hospital, é diabética e quer que lhe traga vinho! Ganhe juízo e vá dormir!
- AI DOUTOR, AI A MINHA PRIMA….!!

Quem assistia àquela cena, ria. Ainda hoje me pergunto o que é que a velha deve ter feito à prima, ou vice-versa…



4 comentários:

Amanda Marques disse...

Nossa, que estranha! Prima? "Prima facie", parece-me loucura, mas vá saber...

Jean Valjean disse...

Ah, já sei! Ela matou a prima, comeu inteirinha, e aí foi lá medir o colesterol, triglicérides, glicemia e o K-ralho a quatro. Só pode.
Quando sair o resultado, se os níveis estiverem normais, ela volta a ficar bem. Anotou o telefone da véia?

Jean Valjean disse...

É... pensei, pensei, e ela é mesmo uma canibal em crise existencial. Já havia comido os sobrinhos todos e acabou comendo a prima porque a coitada enviuvou. Foi para poupá-la do sofrimento.

Cosette disse...

Para os dois: Sei lá, viu. Só sei que ri demais.