sexta-feira, 4 de junho de 2010

Fascínio.

Eu também não sei porquê, mas eu tenho uma queda pelos escritores/poetas suicidas. Caio com eles. Seja com um tiro na têmpora, como Camilo, seja envenenada, como Sá Carneiro.

10 comentários:

Jean Valjean disse...

Nossa! Sem o nosso militar escremos mais, hein? Este aqui eu não havia visto, mas vamos lá. Também tenho. Já contei para você que durante o curso de Direito, na Universidade, faltou pouco para eu meter uma bala na cabeça, enquanto lia, relia, decorava e vivia Augusto dos Anjos? E olhe que ele não se suicidou, hein? Bom, superada essa fase, nem precisaria dizer que ficou baba, facin, facin, ler Schopenhauer e achá-lo apenas realista, e não pessimista.
Nem Antero, que em 1891 meteu dois balázios na boca, incomodou-me. Dizem alguns biógrafos que ele era bipolar. Acredito.
E Pessoa, que se suicidou indiretamente, de tanto beber? O Livro do Desassossego até hoje me incomoda.
De outras bandas vêm Allan Poe, Hugo, Baudelaire... tão mais fascinantes quão mais mortepessimistas.
Isso para não falar em Sêneca, estóico, para quem o suicídio era nada. Tá na hora? Mete a faca na goela...
Estou com você e não abro!

Jean Valjean disse...

Hey, "escrevemos", em vez de "escremos"...

Cosette disse...

Eu sei. Fui testemunha dos teus momentos mais felizes e miseráveis!
Eu vi tudo lá das nuvens! Pensa que eu não sei? Você não deu, porque nós tínhamos um pacto. Aliás, você acha que veio ao mundo porquê? Por causa da cegonha? Porque o papai plantou um feijãozinho na mãezinha?!
Nada disso! Fui eu que te dei um pé na bunda lá de cima! E o teu regresso só será permitido a partir dos 98,9999 aninhos! Por isso, olha, aguente firme!

Ora pois.

:D

afonso rocha disse...

Passei rápido....mas era obrigação minha???? deixar algo.
Cadê o teu tio, Cô????
Colocas 3 (Três) posts seguidos....e o teu tio népia????
Hum....
...andará por maus caminhos??????
Beijo, só pra ti....claro....
.................................
até o comentário....
tão parco nas palavras?...no conteudo...

volto mais tarde...

vou reler a queda da antiga grécia...e quais as propriedade ou contraindicações do LÍTIO!!!!
EHEHEH!

Jean Valjean disse...

Afonso, prezado, estou aqui. Esta moça é dominante e hiperativa, além de superdotada. Não há mais o respeito aos de idade madura. Quando penso em postar, ela vem e... crááááuusss. Eu, cavalheiro que sou, jogo então o paletó para que ela não molhe as tamancas na poça d'água.
Há mais, ainda: as postagens dela a cada dia melhoram - isso porque já eram bem melhores que as minhas. Ela faz parte da geração genial da família. Assim, dou-lhe passagem. Seja bem vindo, prezado, e volte quanto queira!

Jean Valjean disse...

Cô, 98 e não sei quê? Esquece, muié, I'm out: tofora.
Não vou pular da peruca da estátua da liberdade, mas espero em Deus e Nossa Senhora que em não muito tempo se me dê o tempo.
Abreijos!

Cosette disse...

As minhas postagens a cada dia melhoram?! Ô babação de tio...sô! Benditas sejam as propagandas enganosas!

Dominante: sim.
Hiperativa: sim.
superdotada: Sim. Mas não intelectualmente!

Você, cavalheiro: Às vezes.

Postagens melhores do que as tuas: Bota catano nesta mentira!

Geração genial da família: sou a sobrinha, lembra? Dito por outras palavras: sou o que sobrou de você, geração genial da família.

98 e não sei quê: Deus e Nossa Senhora não têm nada a ver com isso. A sobrinha é que sabe!

Beijos aos dois!
The end, Cô.

Le Vautour disse...

Bom, não sei quem é o militar de que vocês estão falando, razão pela qual neste ponto não posso opinar.
Quanto ao mais, a postagem da sobrinha está magnífica. Profunda, como sempre. E sou obrigado a concordar com o Jean nos elogios e também no tempo de vida: que vá logo - e neste ponto, então, divirjo da Cô.
Abraços à unida família e ao visitante Afonso Rocha
p.s.: é superdotada intelectualmente, sim.

Jean Valjean disse...

Ê, Vautour, você está desatualizado? Não sabe ainda do militar? Ah... qualquer hora conto para você, em reservado. Dizem as más línguas que ela está até a aprender a falar aí um outro idioma!

Sarah Slowaska disse...

Ei Jean, conta para mim também, ó!