terça-feira, 8 de junho de 2010

O meu tio me ama - Pt I ( ainda sobre o maldito Toblerone!)


Jean diz: Vou comprar para você chocolates Garoto

Cô, toda contente, responde: Ainda são bons?


Jean, sorrindo maldosamente, esfregando as mãos: São horroríveis. É pra v. aprender a valorizar os ovos moles e o toblerone.

Cô, com lágrimas nos olhos, grita: Bicho ruim! Eu vou indo, vou dormir que é o melhor que faço. Essa conversa ja me desgastou!

Jean, quebrando tudo: Ah, é? vá, então, ingrata.  Vai sonhar que está se afogando com as lavas do vesúvio, só que elas vêm como ovos moles. E v. vai engolir tudo! Quando conseguir fugir às lavas, vai correr e achar um pedaço de terra vazio,  inóspito e lá só terá toblerone por alimento! Amanhã v. me conta se acordou vomitada! 
huahuahuahuahuahuahuahuahua! 
huahuahuahuahuahuahuahuahua! 
huahuahuahuahuahuahuahuahua! 

15 comentários:

Sarah Slowaska disse...

Nossa! Não conhecia esse lado obscuro do Jean!

Cosette disse...

Obscuro? Ué, isso é o meu tio sendo simpático! Hahahahahaha!

afonso rocha disse...

Adorei!

A menina tem jeito para contar mentirinhas! eheheh

Cô isso é o primeiro episódio...ou contém já o epílogo????

Huahuahuahuahuahua
Essa coisa, em Portugal e mais precisamente aqui no Algarve, se chama de:
"O grito da gaivota" uahuahuah

Jinho Cô

Cosette disse...

Ah Afonso, lamento decepcioná-lo, mas não existe ali mentira nenhuma :)

afonso rocha disse...

Olha que dois:
Cô e Jean!
Huuuuummmmm!!!!!
Não estou convencido!!!!
Sou macaco velho!!!eheheh

Jean Valjean disse...

Olha, Afonso, é o seguinte: a gente cria uma sobrinha com todo o carinho do mundo, trata bem, mima, acede a chantagens, e aí ela vem com estas coisas.
O que fiz para merecer isto? Sempre fui um tio compreensivo, bom, da paz, mas... de nada valeram meus esforços.
Pois sim, este diálogo existiu, só que agora foi distorcido. Eu fui traído covardemente por uma menina de inteligência acima da média, e que foi contratada pela Milka para fazer propaganda de chocolates melancosos, açucarados, enauseantes e de segundo escalão.
Pois sim, meu caro Afonso, esta é a sina de um tio botado para escanteio.
Estou passado. Ainda bem que você é macaco velho e percebeu o ardil da mocinha.

Jean Valjean disse...

Sarah Slowaska, até você falando em lado obscuro meu? E o lado obscuro da pequena superdotada, esse você conhecia?

Cosette disse...

Hahahahahahahahahahahahaha!
Ok ok, eu confesso, há um certo exagero aí. O que está a negrito, não é bem verdade! Só o que está a negrito! E isso não interessa, pois não modifica o que foi maldosamente dito pelo meu tio. Ora pois!

Jean Valjean disse...

Qual o quê?? Alguém esfregou as mãos, salivando ou espumando? Alguém quebrou tudo? Alguém perdeu a compostura? Não! Eu sou gândico, e minha lei é sempre a da satiagraha (bom, a grafia fica à conta dos entendidos). Você 'romanceou', geniazinha do meu coração, as minhas palavras ingénuas e puras. Herculano que se cuide, idem Camilo! Cesse tudo o que a musa antiga canta, que outro valor mais alto se alevanta!!

afonso rocha disse...

Se Herculano...Camilo...e hoje...dia de Camões...se estivessem todos vivos e visitasem este blog...ou o do Vautour... (que me detesta, não sei qual a razão!)duvido que escrevessem mais alguma coisa...
Ririam...isso sim...com bandeiras desfraldadas ao vento por esse Mundo fora!!!!
(Já agora com Pedro Álvares Cabral e Vasco da Gama...)

Cô: tinha ou não tinha razão? quanto às mentirinhas!!!!
Eu não acredito...é que afirmasses algo tão vil (e bem confirmado)...
no meu blogue...
(e eu que pensava que tinha um blogue sério...honesto...em comentários...e afinal...é um correio de resposta entre as quezílias de um tio e sobrinha...)
Agora só posso dizer...
Valha-me o Vautour...porque a Sarah, ainda não percebi porquê...está do lado da menina!!!!!
Aguardo ansiosamente pela resposta(aliás, hoje nem vou dormir)e respetivo pedido público de desculpas.
E agora, Cô?????
eheheh

afonso stone

Cosette disse...

Ué, mas eu afirmo, reafirmo e assino em baixo: não há mentira nenhuma no diálogo. Foi exactamente assim. A única coisa que fiz, foi dar um aspecto mais teatral a coisa, nada mais. Só incluí as didascálias. Isso já Gil Vicente fazia, ora bolas, para falar das mazelas do seu povo.
Quem tem que receber um pedido de desculpas sou eu! Por parte do bochechafix. Óras..
Eu é que fui a vítima da "carraspana".

Sarah Slowaska disse...

Olhem, vocês que me desculpem, mas desta vez eu estou do lado da Cô. Tu, Afonso, estás do lado do Jean só porque, como ele, és apreciador do toblerone. Eu estou com a Cosette, porque procuro focar-me no conteúdo do diálogo tio-sobrinha aqui denunciado.

Ora: se tu, Jean, esfregaste as mãos ou não, isso não interessa. Você chamou a miúda de ingrata e, em poucas linhas, desejou que ela tivesse um dos maiores pesadelos da sua vida só por ela ser contrária às tuas preferências.

Na verdade, eu não gosto de nenhum dos dois (chocolates), por isso, o meu comentário é, de certa forma, imparcial.
Jean, é claro que eu conheço o lado negro da tua sobrinha, mas não me espantei porque já estou mais do que acostumada. O teu foi um choque!

Enfim, falta aqui o Vautour para por um fim nesta papagaiada toda. Por falar em Vautour, Afonso: ele é da paz, gosta de todo mundo.

Fico-me por aqui.
Beijos aos três.

Jean Valjean disse...

Voltei, e fi-lo para ver que apenas o amigo Afonso está a meu lado. Essas duas moças, a minha sobrinha ingrata e a S. Slowaska (que até antes do episódio Toblerone me apoiava), prosseguem com as graves acusações a um pobre homem de boa-fé.
Já vi tudo: vou acabar meus dias num asilo, pois nunca desejei ter filhos. A sobrinha que criei qual filha fôra, essa há-de relegar-me ao último plano da existência. No meu asilo, provavelmente, há-de haver chocolate Milka e Garoto (pois ela, às vezes, é vingativa), e quiçá quaisquer doces caseiros, excepto ovos moles.
Eu acho que o Afonso está certo: pelo tanto que a criei, Cô, você me deve desculpas num post especial, pois praga de tio não é praga, é bênção. Quanto às didascálias, aceito-as no teatro grego. Sófocles. Aceito-as em Shakespeare. Aceito-as em Gil Vicente, mas eu lhe pergunto: algum deles já é canonizado?
Estaríamos nós aqui diante da Farsa do Velho Tio Agora Sem Horta?
Você glosou motes de bondade com o praticar o pecado de desmerecer os pré-idosos.
Vou tomar um copo de cianureto e já volto... e que a terra me seja leve... oh... falta-me o ar... estou cô-m um sufo-cô... algo me cô-nstringe a glote... cô-mo vou sobreviver? Cô-itados dos tios, e que essa cô-ita pare em mim. Cô-ração palpitando des-cô-mpassado... nem isso a cô-move? Oooohhhhh...

Jean Valjean disse...

E por falar em Vautour, onde anda esse abutre estranho?
Afonso, de onde você tirou que ele o odeia? Não posso crer, pois o gordinho é da paz. Espero, a propósito, que ele venha sobrevoar este post e me ajude, pois estou sendo espezinhado por duas mulheres extremamente inteligentes, quase indefeso!

orespirardopensamento disse...

Odiar? O Vautour? Não...isso é palavra que não existe no meu dicionário...
mas não sei porquê...intuição à-la-carte?...que ele não vai com a min ha cara...(tenho de mudar de foto)...
o rapaz desde que vos visito que praticamente não aparece...
fui visitá-lo...está o mesmo post do milenium passado...
Jean, é caso para preocupação...
Gripe? Depressão? Paixão assolapada? (será ciúme de mim?) Não creio...
.................

(Já me sinto melhor.Adoro provocação. Justamente como a arte. Uma arte não provocatória...é uma arte amorfa.)
Abraços