quinta-feira, 8 de abril de 2010

Amar - Jean Valjean

AMAR tem de ser MAR
Tem de ser MA(IO)R
Tem de (DESAR)MAR

AMAR tem de ser AR
Tem de ser (LOUV)AR
Tem de te (LEV)AR

AMAR tem de ser UNÇÃO
tem de ter J(UNÇÃO)
loucura e COMP(UNÇÃO)

Pode ter seus AIS
deve ser bem M(AIS)
sofre no JAM(AIS)

Amor, próximo e distante,
abismo sem ponte,
frenesi gritante,
libelo bifronte

Ele nos condena
ao castigo eterno
a viver no inferno
abençoando a pena.

8 comentários:

Le Vautour disse...

Ora, Valjean... o que é isto? Está abrindo o coração ressequido para o mundo, novamente? Espero que sim, pois você está se transformando em espectro.
Cuide-se, ou...

Sarah Slowaska disse...

Ah não! Eu adoro o Vautour, mas estes comentários me tiram do sério! Qual coração ressequido? Para mim, está prontíssimo para receber o que a vida tem de melhor a dar.
E quanto a ti, Vautour...não sei não, hein? Não será você o espectro? Nunca vi ninguém conversar tão bem com o seu Daimon...!
:D
Não, espectro é a sobrinha. A 'so(m)brinha' do tio. Bem que tenta dizer algo que preste, mas nem na ponta dos pés o alcança.

Beijocas!

Cosette disse...

Nossa, essa Sarah é ruim, até me doeu. Tirando isso, existe algo incontestável: o meu tio fala do amor como ninguém.

Le Vautour disse...

Cosette, Vicente de Carvalho fala melhor que ele, não??

Cosette disse...

Hahahahahahaha, ó dor...

Jean Valjean disse...

Vautour, é claro! Vicente de Carvalho é um gigante. Eu sou poetastro, aprendiz de versejador, trovador sem trova, auxiliar de jogral e menestrel. E minha sobrinha apenas reconhece a realidade. Obrigado aí pela visita!

Cosette disse...

Recuso-me a compará-lo com quem quer que seja. Para mim, não há isso de " fala melhor". Os dois falam, cada um à sua maneira, e falam muito bem.

Tenho dito!

Le Vautour disse...

Valjean, seu complexo de inferioridade está patente. Aceite que o seu jeito é o seu jeito, o de Carvalho é o dele e pronto, e ponto final. E acima de tudo, ele é um gigante, e você mesmo o tem como role model, ora pois!