domingo, 11 de abril de 2010

Curtas

O médium era tão poderoso, mas tão poderoso, que não só captou o espírito da coisa, como ainda pegou na coisa do espírito.

A ejaculação do sujeito era tão precoce, mas tão precoce, que a cueca engravidou dele na hora em que a parceira tirou o sutiã.

- Cadê o sujeito apaixonado?
- Morreu afogado no mar dos olhos da mulher amada.

- Vou para a rua. Quer que traga algo?
- Ah, sim! Se encontrar a minha dignidade em alguma esquina...

4 comentários:

Cosette disse...

Hahahahaha a da ejaculação precoce tá muito boa ! A do sujeito apaixonado...eu ia trocar aí umas palavras, mas deixa quieto =P ;
O da dignidade...na esquina? ela anda a prostituir-se?
O do médium, sem comentários...se a leoa tivesse a solta, eu faria a mesma coisa..Hahahahahaha

A
m
e
i
.

Le Vautour disse...

Cosette, vim visitá-los e dou com este comentário seu. Comporte-se, ora pois! Bem, as curtas do seu tio estão bastante razoáveis: mas só as sérias. Ele não é bom de piadas.
Abraços!

Cosette disse...

Eu sou uma pessoa extremamente comportada. Pergunte ao arruaceiro do meu tio!
Cada dia que passa, eu tenho mais a sensação de que vocês dois já se conhecem há décadas.

Jean Valjean disse...

Vautour, a moça é muito bem comportada, não se iluda com os artifícios sintático-semânticos de sua linguagem. Eles representam um estro incontrolável, ávido sempre de novas descobertas intelectuais e no campo da emoção. Quanto a nos conhecermos, não procede. Só conheço o Vautour pelo que ele escreve!