quinta-feira, 15 de abril de 2010

Se me conheço

Conheço-me, na medida de minha incognoscibilidade.
Sei-me, enquanto saiba a um pouco de consciência.
Encontro-me, quando fujo de mim.
Resgato-me, antes de desaparecer.

Não me conheço, na medida de minha cognoscibilidade.
Não me sei, enquanto este 'eu' sabe a inconsciência.
Não me encontro, pois sempre fujo a mim.
Não me resgato, pois que me praz desaparecer.

Quando me encontro, passo pouco tempo comigo. Impaciência completa.

3 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Sou um pouco isso...

Bjks

Dama de Cinzas disse...

Simplesmente amoooo seus comentários em meus blogs! São demais de bom... rs!

Beijocas

Cosette disse...

Ah, eu também não tenho paciência não. Eis aí a razão do meu péssimo hábito de me esconder. Eu me canso, me desgasto com muita facilidade.