segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Higiene íntima

Então... há poucos sabonetes íntimos masculinos no Brasil. Os importados custam os olhos da cara. Sendo assim, nada vejo contra o fato de o homem que se preocupe com higiene lá na região dos países baixos use o feminino. Este aí em cima é só um exemplo. Há o Vagisil e o Lucretin, também, que me parecem ótimos. Meu bilau ainda não caiu, e já faz um bom tempo que uso - não sei com qual comecei.
Pois bem: no meu tempo de criança, aprendi que macho tinha mesmo é que cheirar a macho. E a peãozada cheirava a estrume, a vaca, a suor impregnado.
Eu era virgem, não entendia nada. Tomava meu banho e estava bem. Não tinha compromisso sexual com ninguém, pelo que usar ou não usar dava na mesma.
Quando arrumei minha primeira namoradinha, e pela primeira vez na vida vi essa coisa estranha que as mulheres têm entre as pernas; essa gruta vermelha, tão disputada; esse tabernáculo misterioso, esfíngico, tão bem guardado sob alfaias, enfim.Quando pela primeira vez vi esse troço aí - chamem como quiserem mas não venham me constranger, ok? -, entendi que se estivesse cheirosinha, era bem melhor. Não precisava, não, cheirar a perfume, mas também não podia cheirar a decomposição, fim de feira ou o que o valesse.
O tempo foi passando, e fiz uma conexão mental que me pareceu coisa de gênio, à época:
- Ué, Valjean, se você prefere uma xoxota bem tratada, por que a mulher que vá "procurá-lo" deveria querer um bilau cheirando a queijo velho, ou a pastrame?
Foi então que resolvi começar a aderir aos sabonetes íntimos.
Acho que fiz bem.
E hoje sou franco adepto, falem o que quiserem: viadinho, esquisito, macho-meio-fêmea? Ora, higiene, gente, acima de tudo.
Pelo menos é o que me parece, meu.

15 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Eu sempre venho aqui me meter em tudo, né? rsrs

Olha, acho desnecessário pra homem sabonete íntimo, visto que o orgão masculino e todo externo, então um sabonete comum e com regularidade dá conta... Já mulher tudo é interno, a própria cavidade úmida já propicia proliferação de bactérias e acho que por isso existe sabonete especificio pra mulher de uma forma mais corriqueira...

Beijocas

Dama de Cinzas disse...

Bem... Eu fui apaixonada por um colega de trabalho que não dava a mínima pra mim, isso durou 3 anos... E eu sofri muito... Sofri outras vezes por amores/paixões platônicas... Acho que sofri tanto que secou... Hoje em dia não consigo me apaixonar, fiquei meio gelada... Mas estranhamente isso não me incomoda, me sinto até confortável... Nunca tive muita sorte mesmo nessa área... rs...

Mas não me fechei, racionalmente falando, ainda espero que a vida me surpreenda... rs

Beijocas

Jean Valjean disse...

Dama, prezada, com todo o respeito que lhe devo, acho que entendo mais de bilau do que você hahahahahahahaha.
Oká, aceito sua opinião, mas me acostumei com a coisa. Talvez seja psicológico, mas me sinto mais limpo. Coisa assim.
Abreijos!

Jean Valjean disse...

Dama, Dama, eu acho que a vida só nos surpreende mesmo é com doenças, velhice e morte. Quanto ao mais, digníssima colega blogueira, se for surpreendida pela vida me diga, pois quem sabe assim eu também venha a retomar minhas esperanças, tá?
Abreijos

Dama de Cinzas disse...

Eu tenho mais contatos com bilaus diferentes que você... ahahahah... Então não exclua a minha experiência, tá? ahahah

Pois é... Eu tenho sempre esperanças positivas em relação a vida. Mas eu não me alimento dessas esperanças pra poder estar bem, entende? Eu vivo minha vida normalmente, se algo acontecer de bom estou no lucro... eheheh

Já estava com saudade de seus comentários lá no blog, eles me fazem bem...

Beijocas

Cosette disse...

Ué, agora vão ficar aqui discutindo quem é que tem mais experiência com bilaus e quem não tem? Hahahahaha!
Olha, para mim, quanto mais cheirosinho, melhor.

Se o Decadente ler este post, tem um piriri. Afinal, o meu tio resolveu dizer para o mundo inteiro que anda com o bilau perfumado.

Velhinho Decadente disse...

Ah, infelizmente cheguei aqui e, como previra a sobrinha do Valjean, bem mais madura que ele, já estou tendo o piriri.
O que significa isto? Diga-me, Valjean, o que o leva a postar assim, ridiculamente? Que nojo disto!
O que interessa ao público - a qualquer um - a sua higiene íntima, que vem aliada à poluição mental?
Vergonha de vir aqui. Vergonha.

Le Vautour disse...

O Decadente me ligou para falar da indecência que paira neste blog. Descri, num primeiro momento, mas agora vejo que é verdade o que ele me disse.
Ó, verecúndia!

Sarah Slowaska disse...

Olha, eu não sou contra este post não, tá? Acho que você, Valjean, é um exemplo! Homem cheirosinho, bonitinho, arranjadinho, tudo de bom! Tem que ser assim mesmo, ué.

Decadente e Vautour, os desafio a cheirarem-se.

Jean Valjean disse...

Dama, novamente, com todo o respeito, ainda que você conheça mais bilaus do que eu, a verdade é que tenho o meu há muito tempo, e sempre 24h por dia. Vamos supor que você seja uma maratonista dos bilaus. Se os teve numa média de 3h/dia, ainda assim é pouco, contra as minhas 24h diárias, sacou?
É isso, cara.

Jean Valjean disse...

Decadente, guarde os seus piriris para você, ora bolas. Higiene é tudo!

Jean Valjean disse...

Vautour, você é outro. Está enterrado há tanto, que deve cheirar pior que Inês de Castro. Éééécaaaa!

Jean Valjean disse...

Sarah, o seu desafio ao moribundo (Decadente) e ao Vautour (já morto) é genial. Eu duvido que eles possam!

Cosette disse...

Tio, se arrancarem umas costelas, conseguem.
Vocês querem parar de mencionar o nome do meu falecido cão (Bilau) em vão, por favor? Respeito aos mortos.

Dama de Cinzas disse...

Jean ficou P da vida... eheheh... Tá bom... Não me meto mais, pode usar Dermacid à vontade... rs

Beijocas