segunda-feira, 10 de maio de 2010

Mulher misteriosa

Há uma mulher em que penso
vinte e quatro horas por dia.
Se estou calmo, põe-me tenso:
tira-me o sono e a harmonia.

Ela não sabe o que sinto,
nem há como imaginar.
Ela é bem que não consinto
meu coração desejar.

Exsuda sensualidade,
é linda: uma olente flor.
Tem nos olhos castidade,
mas me mata d'ígneo ardor.

É divina enquanto fala,
demoníaca também.
¿E seu hálito, que exala
ora o mal e ora o bem?

Deus construiu seu corpo esguio,
e o diabo fez o resto.
pra controlar-me porfio,
e ela então me rouba o aquesto.

Não é mulher, é serpente,
e já falou em beijar-me.
Acho que qu'ria matar-me.
E eu quase dei-me, contente.

Não perdi, ainda, o norte,
mas num gesto de suicida
talvez eu me entregue à morte
querendo viver a vida.

10 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Esa mulher sou eu!!! Acertei? Não, errei! ahahah

Lindo poema, querido!

Beijocas

Jean Valjean disse...

Infelizmente, Dama, não é. Mas bem que poderia ser. É que a gente sempre se apaixona pela pessoa errada, né? Ô, vida...
Abreijos!

Cosette disse...

Que história é essa de apaixonado? E a sobrinha fica sabendo disso aqui, assim, pelo blog? Tão friamente? Depois de tantos anos de amor e dedicação? Está bem...aos poucos eu vou me conformando.

Dama de Cinzas disse...

Esse cara na foto do seu perfil é você? Porque se for não sei onde viu tanta feiura na sua aparência... ehehe... Olha que estou me interessando cada vez mais. Acho que vou pegar meu avião na quarta com outro destino... ahahahaha

Brincadeirinha, querido, acho que já deu para perceber que sou meio doida... eheheh

Beijocas

Jean Valjean disse...

Cô, esta nasceu para ser platônica, keep calm! Hahahahahaha

Dama, vou deixá-la em dúvida, pois depois de Wittgenstein, que abalou a teoria das certezas, toda nova certeza, se não venha crivada de dúvidas, não será de molde a convencer. Hehehehehehe
Resposta 2: tome o avinhão (como falavam lá no meu interiorzão) e venha conferir!!! Huahuahuahuahua!

Abreijos às duas!

Dama de Cinzas disse...

Não oferece demais que desisto de tudo aqui e bato na sua porta com minhas malas... ahahah

Beijocas querido!

Jean Valjean disse...

Dama, Dama... não se iluda comigo, pois não sou nada demais. Aliás, homem bão mesmo, Homem, com agá maiúsculo, é raro. Eu até arriscaria dizer que as duas coisas mais difíceis de encontrar, hoje em dia, são Hooomem e hímen hahahahahahahaha
Abreijos!

Le Vautour disse...

Resolveu atacar de trovador?

Sarah Slowaska disse...

Não interessa o destinatário, interessa o remetente que, por sua vez, escreve lindamente.

Jean Valjean disse...

Ah, Sarah, só você para me proteger dessa gente marvada... só você!