segunda-feira, 31 de maio de 2010

Ser 'apenas' mito

Enquanto seja mito, não terei de arder com o sol escaldante, descalço sobre as areias adustas e perdido nos desertos inóspitos da realidade.
É melhor ser mito.

6 comentários:

Dama de Cinzas disse...

De uma certa maneira eu me transformo em mito diariamente que é pra suportar a realidade sem graça... rs


Beijocas

Cosette disse...

Tioo, seja mito! Seja um D. Sebastião na versão tupiniquim, e venha para as terras lusas, numa manhã de névoa, no seu cavalo branco!
Hahahahaha!
Só eu.

Sarah Slowaska disse...

Seja mito, Jean, porque ser mito é ser o sol escaldante.

Um beijo!

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Adorei!

Le Vautour disse...

Valjean, você anda a superar-se, e creio que graças ao embate com a vida, não?
Abração de duas asas!

afonso rocha disse...

Eu não queria.
Já viu o que se tem de passar nesta vida, para ser mito????
Sol escaldante, Sara?
Prefiro água tépida na banheira...
e ser o mais banal dos mortais...
OH, Jean...já na idade difícil????
Abração, amigo!

Cô...não sei o que é tupiniquim (vou pesquisar)mas se ele viesse...
cavalo branco...etç...
deixava de ser mito, não?