segunda-feira, 22 de março de 2010

Estou pensando...

Estou pensando em plagiar um(a) plagiador(a). Vou criar um blog chamado "QUASE TUDO copiado, QUASE NADA criado" e vou lá no blog do genial Sr. ou Srta. Não Sei Quê furtar as postagens que não são dele(a). Com isso, devo ganhar 100 anos de perdão. Meu mérito seria dizer o seguinte: peguei estas postagens maravilhosas do blog QUASE TUDO QUASE NADA, que bem poderíamos chamar de P*rr* Nenhuma. Esta aqui ele(a) copiou da Lya Luft; esta outra, da Fernanda Young; esta, ainda, ele(a) subtraiu de X, essoutra de Y, aqueloutra de Z. Não digam que ele(a) não tem trabalho, pois tem. Precisa ir à luta todo santo dia e prostituir-se à cata de boas postagens para fingir que são dele(a).
Ô, irmã postiça da Cinderela, se o sapatinho de cristal fosse seu, o calcanhar e o dedão não ficariam de fora!
Xô, vade retro, Satana!

4 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Oi Jean! Eu acompanho o blog da Srtª Elis e não sabia do tal detalhe! Acho lamentável, tem até um outro comentário além do seu lá no meu blog falando dos plágios... Eu sinceramente não sabia. Espero que essa situação se resolva da melhor maneira possível.

Obrigada pela sua visita e pelo seu belo comentário!

Beijocas

Sarah disse...

Ai nem me fale...que desgaste, viu? É cada tribufú que me aparece...Nada melhor do que ter um abutre sobrevoando as redondezas e um Jean Valjeando a área.

Le Vautour disse...

É uma infeliz. Um dia ela se encontra. Será o seu dia de epifania.

Jean Valjean disse...

Gente é muito fácil flagrar a Srta. Elis, do "Quase tudo copiado, Quase nada criado": é só pegar qualquer frase da dita cuja senhorita e jogar no Google. O autor será outro. Batata.