quarta-feira, 17 de março de 2010

Não interessa a ninguém, mas...


o meu irmão se aventurou no supermercado e resolveu – sozinho – escolher algumas frutas. Resultado: Trouxe três mangas podres, meia dúzia de bananas passadas e um saco de maçãs que só vão enxer o saco porque aqui em casa só a minha mãe gosta delas.
Por outro lado, ele também comprou um pacote de bolachas amanteigadas que, por sinal, estavam deliciosas. Ele detestou, e eu as devorei. S-u-m-i-r-a-m.

3 comentários:

Le Vautour disse...

Hahahahaha, homens... minha mãe me ensinou a fazer compras no supermercado quando eu era novo. Depois me ensinou a fazer comida. Um dia, lá pelos 12, eu perguntei para ela se queria ter tido uma filha, e ela disse 'não'. Eu não acreditei. Hoje, que me viro absolutamente bem sozinho, entendo o que ela queria.
Foi bom.
Mas me diverti muito com esta história. Meu avô era assim.
E você papou a única coisa que prestava, das compras do guri?
Avenóis!

Cosette disse...

Claro, depois de tanta cag*da, eu tinha que ser recompensada com alguma coisa...

Jean Valjean disse...

Ah, a mim me interessa, sim. Bom, o que talvez eu falasse o Vautour já falou. Assino embaixo o texto do carniceiro.