segunda-feira, 12 de julho de 2010

De amores e paixões - Jean Valjean, republicação

Busquei nos teus abraços meus anseios,
E, no teu colo, a cura da soidão.
Eu quis meus fins por força dos teus meios,
E me entreguei, no Saara da paixão.

Busquei minha coragem em teus receios,
Meu tirocínio em tua indecisão.
Fundei meu raciocínio em tua emoção
E a minha liberdade em teus bloqueios.

Fui dono, enfim, de tudo o que não tinhas;
Dei-te os meus olhos pra com os teus, só, ver.
Não quis ter pernas, para andar com as tuas.

Hoje, que ando onde tu não mais caminhas,
Sinto-me um paralítico a correr,
Ou um cego, sem bengala, pelas ruas.




Nota: acabei de publicar, digo, republicar e já está no Google? O que é isto? Big Brother, como Orwell previra?

10 comentários:

Cosette disse...

Um especialista em sonetos. Na forma, mas especialmente no conteúdo. Nas formas que dá ao conteúdo. Coisa mais linda!
É claro que está no google! Se não estivesse, pecado seria.

Beijo!

Velhinho Decadente disse...

Especialista em sonetos? Ah, poupe-me. Trabalhinho razoável tanto em termos de forma como em termos de conteúdo. Nada de mais, não. 7,5 para ele.

Cosette disse...

Velhinho, querido, tenho uma dúvida:
Você vem para comentar o que o meu tio escreve, ou vem para comentar os meus comentários? Hahahaha!

Velhinho Decadente disse...

Che-gay. Olha, Cô, é assim. Eu venho para comentar o que seu tio escreve. Só que chego aqui e vejo você rasgando seda pra ele. Aí confesso que fico meio enciumado e aí me torno um crítico mais acerbo da obra do cara. É isso. Ele é meio metidão a poeta, mas não rende tanto quanto você fala. Sendo assim, e até pelo fato de que você é mais extrovertida que ele, acabo estabelecendo um diálogo melhor com você.
Tá satisfeita?
Aliás, seu tio sumiu. K d L?

Cosette disse...

Estou!

Sei lá. Ele agora é rebelde, já não dá satisfações à sobrinha.

Velhinho Decadente disse...

Cô, estou intrigado. Sumiram seu tio e a Sarah. Ele não me faz muita falta, confesso - até porque de vez em quando sou obrigado a vê-lo. Já a Sarah... que falta essa moça faz!

Jean Valjean disse...

Decadente, estou aqui para concordar com você - 7,5 é nota até favorável, que eu merecia um pouco menos. Enfim, vamos lá. Quanto ao sumiço, acabou. Eis-me aqui, na estrada de Emaús. Hehehehehe
Abreijos a todos e um 'pedala' para o Decadente

Le Vautour disse...

7,5 é muito. Sonetinho piegas. 6,5.

Cosette disse...

Ui! Xô inveja! Saia destas asinhas e volte para onde não deverias ter saído!

Que côisa.

Velhinho Decadente disse...

Ah, acho que devo concordar com o Vautour. Vou baixar minha nota: 6,5. Não é inveja do Abutre, não, mas apreciação imparcial. Estou com ele.