quarta-feira, 28 de julho de 2010

O Mar IV

A imensidão do mar é a imensidão de meu mundo interior.
O consciente é o barco, que apenas bóia sobre as águas imperscrutáveis.

2 comentários:

Cosette disse...

O consciente bóia sempre, quem naufraga e se perde entre os vestígios de outros naufrágios, é a inconsciência.

Le Vautour disse...

Queria que meu barco se transformasse num submarino. Mesmo assim, ele jamais viajaria a imensidão toda do mar.