sábado, 10 de julho de 2010

Os irmãos mais velhos servem para quê mesmo?


Tou com o meu ouvido pulsando desde ontem. Pulsando é pouco: tenho uma escola de samba dentro do ouvido, e o meu tímpano é o tambor. Todos têm conhecimento da minha fragilidade psicológica no que diz respeito aos ouvidos. Tenho um trauma profundo desde 1994, aquando da p*ta infecção que peguei em Brasília. É um trauma absolutamente justificável, para não falar do gigantesco histórico de dores e até de tímpanos perfurados, existentes na minha família (por parte de mãe)

Mas tudo piorou quando o meu irmão disse assim:

- Você tem um besouro aí dentro.

- Ah André, não enche o saco!

- É sério! Tá tremendo o ouvido?

- Tá.

- Poizé, é o besouro batendo as asas.

- Fica quieto!

- Daí, ele irá para o teu cérebro. A tua cabeça é um ninho de besouros!

Fiquei com medo:  será que entrou um bicho no meu ouvido, e eu não me dei conta?

5 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Ahhh que irmão fofo, né?!

Beijocas

Jean Valjean disse...

Sobrinha, sobrinha... são vaga-lumes, e entraram por seus ouvidos desde a primeira infância, eis aí a razão de seu cérebro luminoso.
Vai melhorar logo, v. vai ver. Depois eu converso com o seu irmão para ele não fazer mais isso, ora bolas.
Abreijos!

Velhinho Decadente disse...

Concordo com o seu tio-chato, que neste comentário foi legal. Só que eram vaga-lumes àquela época; hoje é uma usina hidrelétrica do tamanho de Itaipu.

Cosette disse...

Ah, não concordo com ninguém.

Jean Valjean disse...

Seu irmão está errado. Certos estamos nós dois: seu tio e o velho "disinfiliz".