sábado, 17 de julho de 2010

Parabéns Velhinho!!


Eu sei que o seu aniversário é amanhã, mas nós não estaremos aqui para postar!
Por isso, eu desejo ao meu queridíssimo tio suplente, e o meu tio deseja ao seu mais feroz rival, um Felicíssimo Aniversário, repleto de coisinhas boas tanto para serem vividas, como comidas ou ambas!
Saiba que, mesmo que o meu tio não confesse, a sua presença sempre foi, é e sempre será essencial, por isso, não se atreva a morrer antes dos 98 anos!
Um beijo bem grande da Cô, outro enorme da Sarah ( ela obrigou-me), ambos cheios de carinho, e abracinhos do meu tiozão desaparecido, cruel e terrivelmente ingrato! 

Feliz Aniversário! 

9 comentários:

Velhinho Decadente disse...

Gente, obrigado! Eu nem mereço isso tudo!
Cô, você é um anjo! Já o seu tio (veja, eu sou mero suplente) nem lembrou que eu existo.
Mesmo assim, o meu muitíssimo obrigado pelo carinho.
E por falar em alegrias, a Sarah voltou, você já viu? Já tenho o novo link dela no meu blog!
Abraçãozão!

Jean Valjean disse...

Hey, chego aqui e encontro uma homenagem ao Decadente? Justo ao sujeito mais azedo com que tenho contacto ultimamente? Não, Cô, não faça isso! Outra coisa: não aceito esse cara como meu suplente, ora isso é piada. Que suplente, o quê? Ranzinza, rabugento, remelento e xexelento, veja que os adjetivos dele já estão a aproximar-se da letra "z", ou seja, o fim do alfabeto, o ômega da vida, o nadir da existência...
Ueepaaa, eu, ingrato? Mas sou eu o seu tio, e basta que eu me retire uns dias da nossa liça, e você me acusa de... ah... e ainda homenageia esse barrigudo nanico?
Pô, Cô, que cô-isa!
Olha, eu adoro você, adoro a Sarah, mas esse sujeito aí é meio difícil. Sei não.

Sarah Slowaska disse...

Hahahaha! Jean, adorei o chilique! Que coisa feia! Ambos são adoráveis, e ambos merecem homenagens!

Mas numa coisa eu concordo: Cosette, você não precisa de "tio suplente". Ué, o Jean já está de bom tamanho, não?
Ô bicho egoísta...quer tudo prá ela! E eu?

Cosette disse...

Ah tio, não se irrite. Eu só não te homenageei aqui também, porque você não permitiu. Deixa ele. Para além disso, foi você mesmo que sugeriu que ele fosse o meu tio suplente. Quer dizer, sei lá. Mas acho que foi.

Beijos!

Jean Valjean disse...

Cô, não fui eu, não. Você simplesmente o elegeu tio suplente e ponto final.
Mas... já foi a homenagem, deixa aí. Só que esse papo de tio suplente não rola, tá?
Abreijos

Le Vautour disse...

Se o Jean é tio ausente, acho mesmo é que a Cô tem que eleger um tio suplente, sim. Só que o Velho Decadente não serve; logo, eu me candidato ao cargo. Pode ser?

Velhinho Decadente disse...

Ô, morto, saia daqui, ou vamos ter que chamar um exorcista. Esconjuro-o!

Cosette disse...

Vautour, pode sim. Que sejam os dois, porque o meu tio...não sei não. Anda com uns comportamentos muito suspeitos...

Beijo, bom ver-te por aqui!

Jean Valjean disse...

Vautour e Decadente: fora, fora, fora, vocês não vão roubar a sobrinha de mim. Ela é minha, e pronto.

Cô, não seja ingrata comigo. Cô-mportamentos suspeitos? De onde? Sou seu tio de estimação, lembra?